segunda-feira, 3 de julho de 2017

Temer começa a demitir afilhados de Renan

O presidente Michel Temer (PMDB) começou a exonerar os indicados do senador Renan Calheiros (PMDB-AL) em cargos de seu governo. A reação demonstra que o presidente cansou de aturar o jogo duplo do senador alagoano, que acusou o governo de “fazer de conta que governa”, enquanto mantinha afilhados políticos em cargos estratégicos. Na sexta-feira (30), o Diário Oficial da União trouxe a primeira exoneração, de Rossevelt Patriota Cota, da Superintendência Regional do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes no Estado de Alagoas (DNIT/AL). Temer começou o expurgo dos afilhados de Renan justamente no órgão em que Renan media forças com o seu adversário político, Maurício Quintella Lessa (PR-AL), ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil. A pedido de Renan, o comando do DNIT de Alagoas havia sido tirado do ministro alagoano, assim que Temer nomeou o deputado federal licenciado para a pasta dos Transportes, em 2006. Segundo um integrante do Palácio do Planalto, “com certeza, haverá mais exonerações de indicados de Renan”. Robson Pires

0 comentários: